sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

ALFA E ÔMEGA


 
Fomos modelados  e esculpidos a mão
Pela inteligência do Artista Divino,
Que trabalhando a terra e inspiração
Fez de uma escultura, o vaso mais fino.
 
Dentro desta escultura colocou uma alma .
Com um sopro transformou o boneco em homem
Revelando a sua imagem com toda calma
Em seres para que à natureza se somem.
 
E estes receberam confiança e livre arbítrio,
Mas toda liberdade e  consideração,
Não bastou ao homem, que achava estar em vítreo
 
Assim deixou a Deus, sem nenhuma razão
E saiu pelo mundo dando esbarro,
Esqueceu: sem Deus, o homem volta a ser barro.

 
PUBLICADO NA 1ª ANOLOGIA POÉTICA DE ALTEROSA E NO BOLETIM INFORMATIVO DA IPI DE ALTEROSA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostaria de comentar? Fique a vontade!

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget